sábado, janeiro 10, 2009

sabes o que é falar para dentro? sabes, sabes, sabes? então cala-te



Tenho percebido que existe alguma confusão entre o que significa comunicar para fora e comunicar para dentro da organização. Não pelos públicos, porque isso já parece óbvio, mas pela natureza da função. Não se pode entender comunicação interna com o mesmo estilo/natureza da mensagem utilizada na comunicação institucional/corporativa. Nem esta com comunicação de marketing.

No artigo O que muda na comunicação até 2011:

A comunicação corporativa é a disciplina da comunicação que terá maior influência nas decisões que partem do topo na cadeia de gestão das organizações em 2011, posição até agora ocupada pelo marketing.


Qualquer organização reúne vários públicos. Consideramos público externo os clientes, os fornecedores, a comunidade envolvente, a comunicação social, entre outros. O público interno são os funcionários que constituem a organização nos seus vários níveis. Devemos servir cada um deles de forma diferente e/ou igual sempre que assim se justificar.

A comunicação institucional baseia-se na assessoria de imprensa/notas de imprensa, ou seja, o contacto com a comunicação social de forma a chegar ao público em geral, com o objectivo de lhes fazer chegar informação sobre a organização. Mas este tipo de comunicação deverá servir também o público interno, através de instrumentos de comunicação próprios.

Algumas questões...

  • Podemos considerar isto comunicação interna?


  • Se externamente entendemos que comunicação institucional é diferente de comunicação de marketing, qual o verso da medalha no contexto interno?


  • Organizações mais evoluidas já vão falando de Marketing interno, mas estarão a falar apenas de comunicação interna?


  • ... e algumas observações.

  • Penso que ainda não se compreende o marketing interno como o processo que procura melhor satisfazer as necessidades dos colaboradores com vista a cumprir os objectivos organizacionais, mas sim por comunicação interna (e menos mal, também não são poucas que confundem mkt interno com acções de recursos humanos, como programas de formação). Que se percebe pois já vem do clássico erro das massas que esgotam a função de marketing, na comunicação/publicidade ou vendas.


  • Diferenciamos a comunicação de marketing da comunicação institucional precisamente por aquilo que se espera do público-alvo. A comunicação de marketing experimenta modificar o comportamento de consumo dos potenciais clientes. E por esta razão temos também de diferenciar a comunicação interna com objectivos informativos da comunicação de marketing interno.


  • Dito isto, podia conluir que podemos entender comunicação externa como a comunicação institucional VS comunicação de marketing ; e comunicação interna VS comunicação de marketing interno. Mas eu vou mais longe. 1º Não deverá haver comunicação sem marketing, porque é nele que cabe toda a gestão estratégica da organização e como tal toda a matriz comunicacional. 2º Todos os individuos têm uma personalidade definida. No mundo empresarial é o marketing que deverá procurar a melhor personalidade da empresa tanto para fora como para dentro. Ou não?

    Sem comentários: